Intervenção na Tomada de Posse

Senhor Presidente do Instituto Politécnico de Portalegre (IPP)

Comunidade académica: Professores, Funcionários não docentes e Estudantes

Senhoras e Senhores convidados

Começo por agradecer a presença de todos nesta tomada de posse. É mais um sinal de apoio e um estímulo, reforçando a motivação que sinto ao iniciar funções como Diretor da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Portalegre (ESTG-IPP). Decidi escrever e não improvisar uma breve intervenção, também no sentido de deixar registado um compromisso que estabeleço a partir de hoje, com o Senhor Presidente do IPP, com a comunidade académica e comigo próprio.

Esse compromisso envolve não apenas os objetivos gerais a atingir, mas também, principalmente, um conjunto de valores que não quero deixar cair, em momento algum, durante o período em que irei exercer este cargo.

Queria agradecer ao Senhor Presidente do IPP a prova de confiança e dizerlhe que a aceitação do convite que me dirigiu, suscitou em mim dois sentimentos em particular: honra e responsabilidade. Honra, por poder ajudar, de alguma forma, no desenvolvimento de uma Escola e de um Instituto Politécnico onde tenho muito gosto em trabalhar desde há cerca de 14 anos.

Responsabilidade, pela consideração e respeito por todos os que diariamente trabalham e estudam, com vontade e empenho, na ESTG-IPP, por não querer defraudar as expetativas de quem confia que posso, nesta fase, dar um contributo para que a Escola continue o seu processo de afirmação.

Uma outra palavra de agradecimento para os Professores Paulo Brito e Luís Batista, que assumiram a Direção da ESTG-IPP nos últimos anos, com a certeza que continuamos a contar com o seu empenho e as suas qualidades. Obrigado, também, pela forma como estiveram sempre disponíveis para apoiarem e esclarecerem neste momento de mudança.

Assinalo o simbolismo desta tomada de posse conjunta, dos Diretores e Subdiretores das quatro Escolas integradas no IPP.

Quem me conhece de forma mais próxima, sabe que tenho, desde há muito, a ideia firme de que cada Escola deve preservar a sua história, a sua identidade, os traços distintivos da sua cultura organizacional, mas que a preservação dessas características não deve inviabilizar a existência de um foco comum: o desenvolvimento do Instituto Politécnico de Portalegre. Sempre com a forte convicção, que será este reforço da capacidade do IPP que criará as condições para o fortalecimento de cada uma das suas Escolas.

Este é um pensamento que tenho muito bem definido: defender sempre os interesses da ESTG, assumindo que, dessa forma, estaremos a contribuir muito positivamente para engrandecer o IPP.

Expresso as maiores felicidades aos colegas que hoje assumem as Direções das Escolas do IPP. Da minha parte, encontrarão sempre toda a disponibilidade para uma colaboração ativa e um trabalho de proximidade, orientado para o sucesso institucional.

Entre os valores expressos nos estatutos do IPP e da ESTG, encontram-se a excelência organizacional, a ética e a transparência. Estes são valores que quero ter sempre presentes nas minhas ações, tendo a expetativa de que nos consigamos mobilizar em torno dos mesmos.

Procuremos de forma incessante a excelência como valor fundamental, assente em princípios éticos e de transparência. Temos qualidade para isso!

E temos a responsabilidade acrescida de, enquanto instituição de ensino superior, ajudarmos a combater, vigorosa e empenhadamente, um certo culto da mediocridade, que ameaça a construção de uma sociedade que deve assentar, na minha perspetiva, numa educação de excelência.

Para alcançarmos a excelência será fundamental a coesão interna na ESTGIPP. E considero determinante que essa coesão seja alicerçada numa estreita colaboração com os órgãos da Escola, o Conselho Técnico-Científico e o Conselho Pedagógico, e com as estruturas de apoio à coordenação científica e pedagógica, designadamente os Departamentos e as Coordenações de Curso. Coesa tem de ser, também, a ligação com e entre os funcionários não docentes. Uma palavra de forte motivação para todos eles: vamos certamente fazer um bom trabalho em conjunto!

Apenas com esta relação próxima e cooperante poderemos assumir com qualidade uma outra importante missão que nos cabe realizar, pela própria natureza da instituição: contribuir para o desenvolvimento da região, num trabalho de parceria a executar com as empresas, com as instituições públicas e privadas, com toda a comunidade.

Para o reforço da ligação da Escola à envolvente externa, acreditamos que será decisiva a colaboração que possamos manter com os Pró-Presidentes do IPP, e com as suas equipas, para as áreas do Empreendedorismo e Emprego, da Investigação e Inovação e das Relações Externas e Cooperação. Estamos muito interessados em aprofundar o trabalho conjunto que tem vindo a ser realizado.

Os nossos parceiros esperam e devem exigir de nós o melhor. Procurando a excelência e garantindo a coesão interna, estaremos sempre mais perto de conseguir dar uma resposta positiva, na linha, aliás, do muito que já foi feito ao longo dos anos de existência da ESTG-IPP.

Para o exercício das competências definidas, os estatutos indicam que cabe ao Diretor a escolha de um Subdiretor.

Pela competência, reconhecida amplamente, pela capacidade e qualidade de trabalho, dedicação e experiência, indico o Prof. Valentim Realinho para o desempenho do cargo de Subdiretor da ESTG-IPP. Faço-o com a absoluta convicção de estarem reunidas as condições para a realização de um verdadeiro trabalho em equipa.

Permitam-me ainda que me dirija muito em particular aos estudantes da ESTG-IPP: estarão sempre no topo das nossas prioridades. A nossa ação será direcionada para a melhoria das condições em que podem realizar a vossa formação.

Para tal, peço que sejam exigentes. Desde logo com vocês próprios; depois com cada um de nós, que trabalha na ESTG-IPP, independentemente da função desempenhada. É a exigência mútua a servir de motor para alcançarmos a excelência organizacional!

Nestas ocasiões há sempre um conjunto de frases feitas e de lugarescomuns. Para terminar esta intervenção não vou fugir a uma frase feita; não sendo original, traduz claramente a nossa ideia de partida: “contamos com todos”.

Esperamos estar à altura da confiança que nos foi transmitida e do apoio que sentimos.

Muito obrigado!

Miguel Serafim - Diretor da ESTG-IPP

Instituto Politécnico de Portalegre, 1 de fevereiro de 2018

Share this post